Fazer As Malas, Desfazer As Malas

Fazer As Malas

Compartilhe este post

Tradução de Ivair Carlos Castelan

Eu gosto de viajar e muito, mas o momento de fazer as malas é realmente estressante para mim, mesmo que eu tenha feito isso várias vezes por motivos de mudança, férias e trabalho.

Quando me deparo com a tarefa de escolher as coisas, dobrar, enrolar e organizar, fico nervosa e gostaria que outra pessoa fizesse isso por mim. Mas, mais cedo ou mais tarde, a realidade, literalmente, me bate na cara e, para me tranquilizar, penso nas pessoas que verei em minha viagem ou nas coisas novas que experimentarei e começo a arrumar minhas malas.

Principais precauções a se tomar antes de fazer as malas

Para mim, o mais importante é preparar a mala com certa antecedência, 2-3 dias antes.

Na última viagem que fiz, comecei um mês antes, porque queria comprar algumas coisas que eu não encontraria no país onde fui e queria escolher os presentes certos para as pessoas que veria, muitas das quais não via há anos.

Fazer as malas com antecedência pode parecer difícil, especialmente se você estiver sempre muito ocupado, mas economizará muito estresse e evitará o esquecimento.

Digo isso por experiência própria, porque me vi arrumando minha mala algumas vezes às 3 da manhã e o voo era às 7, esquecendo assim dinheiro e documentos importantes.

Além disso, a experiência pessoal também me fez estabelecer uma diferença entre fazer as malas quando se faz uma viagem geral, de férias ou trabalho e fazer as malas quando se decide mudar para outro país.

Quando se faz uma viagem geral:

  • A primeira coisa é procurar informações sobre o local para onde iremos, o clima (veja a previsão do tempo) e o contexto em que estaremos: mar, montanha, cidade, casa, festa, trabalho …
  • Faça uma lista: você pode fazer isso em um arquivo simples do Excel ou em um pedaço de papel fixado na geladeira ou no seu celular; para os mais tecnológicos, também existem aplicativos destinados a esse objetivo. Verifique o que está pronto e atualize a lista imediatamente quando se lembrar de algo para levar consigo, como um remédio, um creme ou algum objeto específico que você corre o risco de esquecer.
  • Escolha uma mala leve e confortável, para que você possa aproveitar melhor o conteúdo e será mais conveniente para carregá-la. Marque a mala com seu nome e sobrenome, e-mail e número de telefone. Uma coisa super “nerd” que eu fiz foi colocar um bilhete dentro de cada mala que tenho, indicando suas medidas e o peso que suporta, então evito medi-las toda vez, considerando que as companhias aéreas, especialmente as de baixo custo, geralmente alteram as regras sobre a bagagem.
  • É muito útil ter uma balança de bagagem portátil, é uma ferramenta muito conveniente. Leve-a com você na viagem, porque se você comprar presentes e lembrancinhas, você corre o risco de deixá-los no aeroporto ou pagar uma multa por exceder o limite de peso.
  • Ajuda muito fazer as combinações diretamente com as roupas que você usará no dia a dia, dos pés à cabeça. Limite o uso de muitas cores para as combinações e tente escolher roupas neutras.
  • Se forem muitos dias de viagem, lembre-se que você sempre pode lavar suas roupas e também fazer outras combinações com aquelas que você tem.
  • Se viajar no inverno, você pode usar o aquecedor para secar suas roupas. Se você não tem aquecedor, a parte traseira de alguns frigoríficos também funciona.
  • Aproveite cada espaço e coloque uma coisa dentro da outra: enrole suas roupas e coloque-as nos espaços vazios da mala, use o espaço interno das bolsas que você carregará dentro da bagagem e também o dos sapatos!
  • Cuidado com o que você pode levar ou não! Verifique os regulamentos sobre alimentos, medicamentos, objetos particulares, etc., assim evite momentos embaraçosos de rever a mala, perguntas, respostas, corridas.
  • Na bagagem de mão, é preciso ter o que pode  nos ajudar a estar preparados para qualquer eventualidade, no meu caso: uma toalha média ou pequena, uma muda de roupa, escova de dentes, creme dental, sabonete, xampu e desodorante (pequenos), porque nunca se sabe. Um dia, passei férias na selva e, quando chegamos, me disseram que a minha mala não estava conosco, ela havia ficado no aeroporto e só a enviaram na tarde seguinte.
  • Lacre os frascos com líquidos com fita adesiva e coloque-os em um saco plástico.

Quando se faz uma viagem para morar em outro lugar:

  • Limite-se a respeitar o peso que a companhia aérea permite e sempre pode pedir a alguém de enviar as outras coisas que você precisa, ou análise os custos dos correios e faça uma comparação. Talvez seja conveniente levar algo a mais e pagar a bagagem extra. Mas lembre-se de que você não pode levar tudo o que tem em casa. Então, se você decidir fazer uma viagem para o seu país, você sempre pode aproveitar para ver as coisas que você deixou, “fazer limpeza”, dar o que você não precisa mais e levar essa memória que você não pode renunciar.
  • De resto, siga os mesmos conselhos da viagem geral e lembre-se: se algo estiver faltando, não fique ansioso, você sempre pode comprá-lo no local onde vai morar ou até no aeroporto ou, se necessário, onde fará a escala (lembre-se de que isso pode custar um pouco mais).

Finalmente, depois de chegar ao seu destino, você deve desfazer a mala imediatamente! Se você não fizer isso nas primeiras horas, isso se tornará uma atividade cansativa, porque não será mais uma prioridade, então você corre o risco de deixar a mala lá no chão o tempo todo e tudo se acumulará junto com as atividades diárias.

A eficácia de desfazer a mala na chegada foi constatada por mim quando fiz uma viagem à praia, antes de pegar um voo de volta que duraria aproximadamente 11 horas. Quando entrei em casa, lembrei-me de que havia roupas molhadas na mala, então para evitar o mau cheiro e o estragar as roupas, eu imediatamente desfiz a mala, lavei e organizei tudo.

No dia seguinte, eu tinha não apenas minhas coisas limpas, mas também minha mente estava mais calma, organizada e relaxada, pronta para me recuperar do choque de voltar ao trabalho após as belas férias passadas.

Como material extra, deixo um link interessante que explica mais detalhadamente como organizar bem roupas e os objetos em uma mala 

E você? Você tem alguma outra dica para adicionar ou uma história para contar?

Leia também o artigo em italiano: Fare la valigia disfare la valigia

Faça o exercício desse artigo: Esercizi

Veja também:

Storia di Aline Aquino Gargiulo

“Ho un debito con l’Italia”   Con queste parole inizia la storia di Aline Aquino Gargiulo. Aline è una donna sempre sorridente, molto educata e

Leia mais

Roma

ROMA Para quem ainda não conhece Roma, descobrirá que é impossível caminhar de um ponto a outro sem explorá-la  Texto elaborado a partir da live

Leia mais

Itália da Giulia · 2023 © Todos os direitos reservados