Roupas, Moda E Estética Na Itália

Roupas, Moda E Estética

Compartilhe este post

Texto adaptado da live de Giulia Nardini, de 29 de agosto de 2020, em seu canal Instagram: @italiadagiulia

 

Tradução de Ivair Carlos Castelan

 

Trata-se apenas de uma breve amostra muito prática de um tema muito mais profundo e complexo: roupas, moda e estética na Itália.

Como vestir-se na Itália, um país onde a estética desempenha um papel fundamental em todos os aspectos da sociedade?

Os italianos gostam de se vestir bem e aprenderam a se adaptar bem a cada estação, não só em termos práticos, mas também com estilo. Não é por acaso que a Itália é vista no mundo como o “país da moda”.

Exatamente por esta razão cultural, na Itália desenvolveu-se um sistema de vestuário onde tudo tem um nome e uma definição precisa.

E pra quem está se aproximando desse mundo, quem vai numa loja comprar uma peça de roupa e vê nomes como camiseta, blusa de lã, paletó, casaco ou jaqueta, mesmo que seja complicado no começo, o mais importante a ser considerado é saber diferenciar e compreender o contexto a que pertence cada elemento.

Para entender melhor do que estou falando, sugiro que você veja a live da Giulia do dia 29 de agosto de 2020.

Por meio de imagens e mostrando suas próprias roupas, Giulia dá exemplos práticos de roupas básicas, destacando as diferenças entre o Brasil e Itália.

 

Vamos começar com um pouco de vocabulário sobre roupas, moda e estética na Itália: 

 

Vestuário

 

ITALIANO PORTUGUÊS + EXPLICAÇÕES SPIEGAZIONI
Vestito Vestido 
Vestiti* No plural uma forma mais genérica que significa “roupas”
Calzature* Sapatos
Borse e accessori* Malas e acessórios 
La camicia Camisa
La maglietta Camiseta
I pantaloni Calça/calças
Il giubbotto*** Casaco. É leve, curto e é usado principalmente na primavera. De forma informal, também pode ser chamado de “giacca”, mas não é totalmente correto.
Il giubbino*** Jaqueta
Il cappotto*** Casaco (comprido): na Itália existem peças que só se usam fora de casa e não dentro, este é um exemplo.
La sciarpa Lenço
I pantaloncini Bermudas e shorts 
I calzini Meias
La biancheria Roupa XX. É uma categoria genérica.
Le scarpe Sapato. Atenção: em italiano é sempre usado no plural. Também significa “tênis”. Na Itália existem tênis que normalmente são usados ​​para a academia e outros tênis para sair que seguem a moda mais atual.
Le ciabatte Chinelos
I sandali Sandálias
La cravatta Gravata
Il pigiama Pijama
I guanti Luvas
Gli stivali Botas
Il cappello O chapéu**
La gonna Saia
Il maglione*** Uma blusa de lã. Usada principalmente no inverno.
La giacca*** Paletó/blazer
La felpa*** O moletom/casaco/blusa de abrigo. Quando são duas peças, o conjunto de calça e blusa de moletom, é denominado “tuta”.

“Felpina” pelo contrário, é um moletom, mas mais leve.

É usado principalmente para esportes, para ir à academia. No Brasil, porém, também é utilizado em outros contextos, para sair e visitar familiares e amigos, não é exclusivo do esporte.

Impermeabile*** A jaqueta impermeável. É sempre usado fora de casa.
Il soprabito / trench*** O sobretudo
La canottiera A regata/ top. É preciso ter cuidado com este elemento, porque quando se viaja a turismo na Itália, muitos dos lugares são religiosos e não podem ser visitados com os ombros nus, nesse caso, pode-se usar um lenço para se cobrir.
Il grembiule O avental
Il berretto O gorro / boné

 

* Todo o conjunto desses elementos é chamado de “indumentária”, ou seja, “vestuário”.

**No Brasil, são feitas mais distinções para este elemento e, portanto, há mais palavras que o identificam. É sempre um tema cultural: como no Brasil tem mais sol, então é preciso proteger bem a cabeça e para isso existem vários tipos de chapéus.

*** Na Itália, existem muitas palavras diferentes para identificar roupas de inverno e faz sentido porque, na Itália, o inverno dura mais. No Brasil, a terminologia é mais flexível porque você pode usar quase as mesmas roupas o ano todo.

 

Curiosidades

 

  1. Na Itália, todo tipo de “blusa” tem um nome, alguns podem ser encontrados na lista acima.

      2. Também existem muitas estampas, motivos e desenhos nos tecidos. Por exemplo: “a saia xadrez”, “a camisa listrada”… 

       3. Quando você tem que se vestir na Itália, a questão fundamental é entender o que você vai precisar naquele momento.

Não se trata apenas de pegar e comprar o que há de mais bonito na loja, é necessário refletir sobre as diferenças de tipo de roupa, pois nem todas as palavras têm um termo equivalente nos dois idiomas.

      4. Não é recomendado o uso de muitos tecidos sintéticos no inverno porque em ambientes fechados a temperatura é mais alta devido ao aquecimento, então você transpira e pode haver maus cheiros.

É por isso que existe uma divisão importante entre as peças de roupas que usamos em ambientes fechados e abertos. Às vezes, são 25 graus dentro (nos ambientes fechados) e -10 graus fora, então se você suar lá dentro e depois não cobrir bem, quando você sair no frio, você pode ficar doente!

Se você quiser conhecer a história de uma pessoa que não conhecia o inverno nem como se vestir nesta estação, pode ler Inverno In Italia: Imparare a Vestirsi Di Nuovo, no blog de Giulia.

       5. Para resolver o problema do frio você deve cobrir principalmente: pés, tornozelos, pulsos, parte inferior das costas (muitos não percebem que têm aquela parte um pouco descoberta e podem adoecer por terem tomado um pouco de frio nesta região), pescoço e cabeça.

Ficar doente por causa do frio é ruim porque pode durar muito tempo devido ao inverno, o que não acontece da mesma forma no Brasil.

       6. A frase “vestir-se como uma cebola” significa colocar diferentes camadas de roupa usando roupas diferentes.

        7. Um bom casaco para frio pode custar 100 euros ou mais, um normal, 60 euros.

        8. A palavra “vestito” na Itália também pode ser usada para peças formais para homens, como sinônimo de “terno”. 

        9. Na Itália não há uniforme escolar! Apenas em algumas escolas particulares é possível usá-lo, mas não é obrigatório.

Isto é assim porque dessa forma procuramos desenvolver a individualidade das crianças desde pequenos, procuramos ensiná-las a se vestir adequadamente para cada momento.

       10. Estas frases são usadas para identificar suas medidas:

  • Eu calço 37: “io porto il 39” (37 no Brasil é 39 na Itália, então há dois números de diferença).
  • Eu visto XX número:  “io porto/uso la S, M o L” (pequena, média e grande respectivamente no Brasil).

Por fim, o mais importante a se considerar ao se vestir é que as lógicas são diferentes em cada país porque as culturas e os hábitos das pessoas são diferentes.

Você tem que refletir e se imaginar em diferentes situações para entender se a roupa que está vestindo é apropriada para aquele contexto.

Um exemplo muito simples: ao contrário do Brasil, na Itália não é normal usar chinelo para ir à universidade, não é proibido, mas é estranho, o que não quer dizer que no Brasil seja errado, é simplesmente um fato cultural diferente entre os dois países.

Então, se você quer se sentir à vontade no país da moda, esteja acima de tudo protegido e, por que não, mesmo com estilo, analise com calma o nome de cada peça, procurando também imagens que mostrem os contextos em que são utilizadas.

Se você tiver alguma dúvida, não tenha medo de pedir conselhos a um italiano, que certamente poderá guiá-lo melhor neste infinito mundo das roupas, moda e estética na Itália.

 

Leia também o artigo em italiano: Vestiti, Moda e Estetica in Italia

Faça o exercício desse artigo: Esercizi

Veja também:

Storia di Aline Aquino Gargiulo

“Ho un debito con l’Italia”   Con queste parole inizia la storia di Aline Aquino Gargiulo. Aline è una donna sempre sorridente, molto educata e

Leia mais

Roma

ROMA Para quem ainda não conhece Roma, descobrirá que é impossível caminhar de um ponto a outro sem explorá-la  Texto elaborado a partir da live

Leia mais

Itália da Giulia · 2023 © Todos os direitos reservados